sábado, 4 de abril de 2015

Um exemplo

Não postei nada aqui sobre a trágica morte do filho do governador Geraldo Alckmin porque nem sei o que dizer numa hora dessa e também porque o assunto foge um pouco à política cotidiana e mundana que povoa este espaço.

Mas duas cartas de leitores publicadas hoje na Folha de São Paulo me fizeram mudar de ideia. E elas não falam da dor da família (eu nem imagino o tamanho da dor), mas do exemplo de um jovem que, sendo filho de quem é, deixou de lado as possibilidades todas de uma carreira fácil para se dedicar à iniciativa privada, numa profissão que nada tem a ver com política. Seguem as cartas.

Thomas Alckmin deixa um belo exemplo de vida. Ao contrário de muitos filhos de políticos deste país, construiu sua trajetória profissional sem depender das facilidades que o cargo do pai poderia conferir-lhe, preferindo uma vida longe dos holofotes e trabalhando como piloto de helicóptero de uma rede de farmácias no interior de São Paulo.
ADILSON CARVALHO DE ALMEIDA (São Paulo, SP)

Na imensa dor da família Alckmin, pudemos ter o alento de saber que o filho do governador do mais rico Estado do país exercia uma função profissional não ligada ao cargo de seu pai. Nada de consultoria, lobby ou cargo público. O país se solidariza e agradece o exemplo.
MARIA DE FÁTIMA BRITO (Belo Horizonte, MG)

2 comentários:

  1. Antonio Contente4 de abril de 2015 18:23

    Já o Lulinha...

    ResponderExcluir
  2. Muito bem colocado. Postei no Facebook.

    ResponderExcluir